Comunidades - Macrófitas Aquáticas - Decomposição


Considerações finais

Apesar da diversidade de procedimentos no estudo da decomposição das macrófitas aquáticas, pode-se verificar semelhante padrão no processo de decomposição, mais rápida no período inicial e mais lenta na etapa posterior.

 

Em virtude dos inúmeros procedimentos adotados, informações detalhadas são fundamentais para propiciar ao leitor a repetição do experimento de decomposição e a verificação de diferenças com outras pesquisas. São consideradas importantes informações:

a) a lista das macrófitas aquáticas estudadas;

b) qual fração da planta foi colocada para decompor;

c) os procedimentos antes da incubação: se a fração foi lavada, seca em estufa, picada (qual o tamanho médio), etc.;

d) o material que foi utilizado na confecção dos sacos;

e) o tamanho do saco (comprimento e largura) e da abertura de malha;

f) a quantidade de planta, com base no peso fresco, seco ou cinzas, e proporção por saco colocadas para decompor;

g) a localização dos sacos de liter;

h) a quantidade de sacos retirados por período;

i) o dia, mês e ano da incubação inicial e período de retirada dos sacos;

j) a descrição dos procedimentos adotados após a retirada do material;

k) as determinações efetuadas nas frações vegetais após a incubação;

l) as equações utilizadas no ajuste da curva de decomposição;

m) as temperaturas e tempos de secagem em estufa e calcinação em mufla;

n) as metodologias utilizadas nas análises.


Com relação ao experimento de campo propriamente dito, são sugeridos os seguintes procedimentos mínimos nos estudos de decomposição de macrófitas aquáticas com os sacos de liter, particularmente para as determinações das taxas de decomposição (k):

a) a macrófita aquática deverá ser analisada ao menos nas frações viva e detrito;

b) ao ser coletada a macrófita aquática deverá ser lavada e previamente seca;

c) incubar cerca de 5 a 10 g com base no peso seco das frações da macrófita aquática;

d) considerar a utilização dos sacos de liter com cerca de 30 x 30 cm e com 2 mm de abertura de malha;

e) os sacos devem ser incubados em local que reflita as reais condições do estande no campo;

f) a cada época devem ser retirados ao menos 3 sacos por fração estudada;

g) no primeiro mês de experimento os sacos devem ser removidos com espaçamento reduzido, por exemplo, após 2, 5, 10, 15 e 30 dias de incubação. Ao longo do experimento o espaçamento na remoção dos sacos poderá ser maior, por exemplo, mensal;

h) ao serem removidos os sacos devem ser lavados para a eliminação de animais e detritos aderidos;

i) determinar ao menos a biomassa e os teores de nitrogênio e fósforo remanescentes;

j) na análise de dados considerar a utilização do modelo exponencial negativo.