Conservação e Biodiversidade

A polinização animal é considerada um fator fundamental na diversificação dos animais e vegetais. As plantas com flores e os insetos são dois dos maiores grupos de seres vivos, e a origem das plantas parece ter oferecido novos nichos para a diversificação dos insetos que, por sua vez, devem ter dirigido a especiação das plantas. Assim, a polinização é essencial para a reprodução e manutenção da diversidade de espécies de plantas e para o fornecimento de recursos alimentares.

O impacto do declínio dos polinizadores na produção de alimentos tem sido enfatizado, uma vez que muitas das espécies (abelhas, especialmente) são responsáveis pela polinização de culturas agrícolas. A análise dessa problemática tem sugerido que, cada vez mais, torna-se necessário o estudo de bases de dados tanto globais quanto regionais, bem como, a aplicação de técnicas robustas para a análise desses dados. Essas iniciativas são consideradas contribuições importantes para detectar, compreender, projetar e fundamentalmente, atenuar o impacto das mudanças globais na biodiversidade, fornecendo subsídios para programas de conservação.

Projetos atuais